Saiba como programar a previdência privada de acordo com o seu perfil, bem como as vantagens na tributação de acordo com o plano

Com que idade começar a previdência privada e como escolher o melhor plano?

Planos de previdência privada se tornaram mais populares, pois as constantes mudanças nas regras para se aposentar pelo INSS causam incerteza sobre o futuro. Por isso, conheça melhor essa opção e veja quando vale a pena contratar.

Leia também:

O que é a previdência privada?

É uma forma de investimento, que visa montar uma reserva financeira para o futuro complementar a sua renda. Desse modo, a pessoa que contrata um plano, faz aportes mensais no valor que fixar, até completar a idade para o resgate.

A Instituição que faz a gestão desses valores, por sua vez, realiza aplicações em diversos segmentos, para que o dinheiro renda mais. Portanto, o estilo é como outros fundos e a renda é aplicada para render.

Quem pode contratar um plano?

Não existe uma idade mínima para iniciar o investimento, basta que a pessoa tenha um CPF. Por isso, é possível fazer uma para seus filhos ainda menores, e já iniciar uma reserva, para que continuem quando adultos.

Esta ainda é uma boa opção para os autônomos e profissionais liberais, sem carteira assinada, para garantir uma renda no futuro. Também para quem tem emprego formal, algumas empresas têm seu próprio plano, neste caso, exclusivo para os empregados.

Existe uma duração mínima para a previdência privada?

Como o objetivo da previdência privada é guardar dinheiro para se aposentar, quanto mais tempo contribuir melhor. No entanto, experts estimam que com oito anos de aportes mensais é possível construir uma boa reserva.

De acordo com o tempo e o valor mensal que a pessoa tem para contribuir, pode estimar quanto terá guardado. Portanto, se alguém com 20 anos quer se aposentar aos 65, com 500 mil na conta, deve dividir o valor pelos meses, para ver quanto tem que guardar.

O segurado pode optar como resgatar o valor

No momento que atingir a idade que fixou para se aposentar, pode escolher como vai receber o dinheiro. Assim, dá para receber um valor mensal, como um salário todos os meses, de forma vitalícia, ou em um prazo fixado, de 10 ou 15 anos, por exemplo.

Quanto rende a aplicação na previdência privada?

O rendimento vai depender do tipo de previdência privada escolhida no momento de fechar o contrato. Isso porque as gestoras de fundos têm diferentes carteiras, conforme o perfil, mais conservador ou arrojado do cliente. 

A lei autoriza que elas invistam até 70% do valor aplicado em renda variável, como ações, por exemplo. Apesar de ter um nível de risco mais alto, pode dar um retorno maior do que fundos mais comedidos, em renda fixa. 

Tudo depende do prazo para resgatar o valor

Na hora de selecionar, você deve considerar se pretende usar o valor no curto prazo. Nesse caso, um fundo mais tradicional é melhor, pois apesar de render menos, não vai acumular perdas. 

Já para quem visa um investimento no longo prazo, os planos mais agressivos podem ser mais viáveis, porque há tempo para recuperar prejuízos.

Incide imposto sobre a previdência privada?

Os valores estão sujeitos ao Imposto de Renda, que por sua vez, pode incidir conforme a opção do segurado. Nesse sentido, de acordo com o seu objetivo, o tributo pode incidir de duas formas:

  • Progressiva: é cobrado de acordo com o valor; recebido, conforme a renda;
  • Regressiva: a alíquota do imposto reduz de acordo com o prazo da aplicação.

No momento de contratar a previdência privada, é preciso ter clareza sobre as metas e o prazo de guarda do dinheiro. A partir disso, é possível escolher o formato mais adequado para reduzir as taxas.

Dedução no Imposto de Renda

Com relação à dedução de valores, também vai depender do plano escolhido. No modelo PGBL, a pessoa pode deduzir até 12% do capital sujeito ao tributo, no entanto, no resgate, o IR vai incidir sobre o montante total.

Para a modalidade VGBL, por sua vez, não cabe a dedução, mas a taxa cai apenas sobre o rendimento do que se deposita. Por isso, para quem faz a declaração simples, esse é o modelo ideal.

Como escolher a melhor Instituição para um plano de previdência privada?

Optar por uma empresa sólida para a gestão do seu dinheiro é muito importante. Como os valores ficarão sob a guarda por um prazo maior, é preciso ter confiança na solidez da Instituição. Além disso, alguns pontos para levar em conta são:

  • Veja se ela cobra taxas de administração e percentuais;
  • Analise que tipo de aplicação é feito e como o histórico de rendimentos;
  • Confira se há exigência de valores para aportes mínimos para ingressar.

É muito importante ter a segurança de um expert na área. Por isso, tire todas as suas dúvidas com o gerente ao aderir ao plano de previdência privada, para escolher o melhor.

Afinal, vale a pena contratar a previdência privada?

Planejar um futuro mais tranquilo é o sonho de muitas pessoas. Portanto, fazer uma reserva para poder descansar ou mesmo trabalhar menos é um bom plano. Mesmo para quem não está no início da carreira, pode complementar a aposentadoria e ter uma renda extra. 

A previdência privada, além de render mais, e ter maior segurança, ainda admite que o segurado faça aportes extras, o que aumenta seus recursos. Por isso, é mais flexível que a aposentadoria oficial, já que você pode escolher como vai receber ao final.

Amor foto criado por freepik – br.freepik.com

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 141

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo