Como organizar as minhas finanças pessoais

Como organizar as minhas finanças pessoais?

Ter um bom controle de suas finanças pessoais evita dores de cabeça. Afinal, você sabe exatamente quanto ganha e o que deve pagar. Assim, pode se organizar e tomar decisões que envolvam seu dinheiro com tranquilidade.

Há alguns passos que podem ser aplicados para que você comece essa organização. Dessa forma, em pouco tempo terá o controle de todos os seus ganhos e dívidas. 

Neste artigo, aprenda como fazer esta organização e qual sua importância. Também siga o passo a passo para ter todas as informações sobre o seu dinheiro.

O que são finanças pessoais?

Finanças pessoais é tudo aquilo que envolve o seu dinheiro. Ou seja, seus ganhos e despesas. Então, pode ser representado, por exemplo, pelo seu salário e as contas fixas.

Elas são pessoais porque referem-se a uma pessoa física. Bem como, sua organização financeira e como lida com seu dinheiro.  

Porque devo organizar minhas finanças pessoais

Organizar as finanças pessoais é extremamente necessário. Afinal, isso permite que você possa gerir suas contas com mais organização. Dessa forma, é possível tomar decisões com mais certeza.

Com uma boa organização também é possível criar planos. Assim, você sabe os valores que tem disponível e consegue definir o que será feito no momento ou não.

Por fim, ter esse controle das finanças permite uma vida mais tranquila. Além disso, você não terá preocupações com dívidas e despesas, porque está tudo organizado e sendo pago em dia, como previsto.

Passo a passo para se organizar

Há alguns passos que podem ser aplicados para que organize suas finanças pessoais. Dessa forma, terá controle sobre seus ganhos e gastos. Também facilita a sua tomada de decisão com tudo que envolve dinheiro. Além disso, é comum ter uma planilha para controlar e fazer a gestão de suas finanças pessoais ou até mesmo um aplicativo. Neste conteúdo no CV do Fábio, mostra qual a diferença e por quê utilizar uma planilha automatizada.

Veja cada um deles a seguir e coloque em prática para mudar sua gestão financeira. 

1 – Faça um orçamento com as finanças pessoais

O primeiro e mais importante passo é fazer seu orçamento. Ou seja, anotar tudo o que gasta e que recebe mensalmente. Aliás, é necessário anotar todos os parcelamentos e dívidas que já possui.

Essas informações permitem que você tenha uma visão clara da sua condição. Assim, sabe se está gastando mais do que deveria. Sua situação financeira vai ser entendida para que siga os próximos passos.

2 – Defina suas prioridades

Com uma visão ampla de suas finanças pessoais é preciso definir suas prioridades. Elas podem ser, por exemplo:

  • Reduzir os custos com determinada área;
  • Quitar as dívidas;
  • Acabar com os parcelamentos;
  • Pagar todas as despesas à vista;
  • Investir um valor disponível;
  • Comprar um determinado bem.

Ao analisar sua situação é possível entender qual deve ser o próximo passo. Aliás, o indicado sempre é que você pague todas as dívidas e parcelamentos. Assim, poderá adotar outras prioridades, como investimento ou compra e algum bem.

3 – Entenda a melhor forma de usar seu dinheiro

O próximo passo é entender a forma de usar seu dinheiro para melhorar as finanças pessoais. Ou seja, saber como ganhar, gastar e guardar. Por exemplo, veja as contas que possuem descontos com o pagamento antecipado para fazer primeiro.

Em relação aos gastos, corte aquilo que for realmente supérfluo. Também fique de olho em promoções e descontos para comprar no momento certo.

Já o guardar, veja se é mais benéfico ficar com o dinheiro em mãos, deixar na conta, colocar na poupança ou investir. Entender essa relação com o que ganha é o que transforma as suas finanças. 

Para cada cenário, um tipo de estratégia, lembre-se que não podemos copiar estratégias de outras pessoas, pois não entendemos o objetivo, nível de risco e tempo em que as pessoas pretende m investir

4 – Use um controle financeiro (veja esta planilha)

Sabemos que aquilo que não é medido não é controlado, não é verdade!? Para isso é muito importante onde você está gastando de forma detalhada e agrupada para tomada de decisão.

Neste caso, separei um vídeo de como fazer uma gestão financeira pessoal sem nenhum custo, apenas aproveitando esse modelo de planilha que uso há anos e que disponibilizei para vocês.

Você pode acessar esta planilha no final do conteúdo e usar a vontade.

5 – Tenha metas de finanças pessoais

Quando entender como lidar com seu dinheiro e como está seu orçamento, já pode definir metas. Elas são semelhantes às prioridades, mas, neste caso, está assumindo o compromisso com algo que deseja.

É importante que suas metas com relação às finanças pessoais sejam concretas. Por exemplo:

  • Comprar um carro de valor R$ X em 2 anos;
  • Quitar o financiamento da casa em X anos;
  • Reduzir os gastos com mercado em 10%;
  • Guardar 20% do salário mensal.

Com uma meta bem definida você sabe onde quer chegar. Bem como, consegue definir os próximos passos e o que deve fazer para isso. Uma ótima maneira de se fazer isso, é utilizando um calendário financeiro para controlar seus gastos.

Acompanhe seus resultados

Uma meta também permite que você tenha indicadores. Ou seja, alguns pontos que podem ser medidos e acompanhados, para ver se está atingindo a meta. É importante que sempre acompanhe e verifique o que precisa melhorar.

Suponha que sua meta seja guardar 20% do seu salário. Então, após pagar as contas mensais, veja se é possível. Caso não, descubra onde está gastando mais. Assim, pode organizar seu dinheiro.

6 – Sempre poupe

Independente de qual seja sua meta é essencial que sempre poupe. Menos se o dinheiro que recebe não é o suficiente para pagar as contas do mês. Caso contrário, deixe uma reserva para emergências.

No começo, organizar as finanças pessoais não é tão simples, mas economizar é algo que deve acontecer sempre. Então, mesmo que seja pouco, guarde uma quantia. Ela poderá ser essencial em algumas situações.

Você também pode poupar para cumprir a sua meta ou objetivo. Aliás, esse valor deve ser diferente daquele que pretende investir. Ou seja, é uma quantia que poderá acessar a qualquer momento e que está em sua conta.

7 – Invista suas finanças pessoais

Quem deseja aumentar sua renda e valorizar o dinheiro deve apostar em investimentos. Há diversas formas de fazer isso e a mais conhecida é a poupança. Mas, é a que tem o menor rendimento.

Para que suas finanças pessoais sejam valorizadas, você pode investir em ações e títulos. Cada um deles tem suas regras e é preciso conhecê-las antes. Contudo, oferecem um retorno atrativo aos clientes.

Quando você investe, seu dinheiro não perde o valor de compra. Por exemplo, se hoje você compra um refrigerante por R$ 5,00, futuramente, com o mesmo valor, não será possível. Então, se o dinheiro ficar guardado e não render, acaba desvalorizando.

Ao investir, esses R$ 5 podem se transformar em 10, 20, 30, dependendo de qual forma e tempo você vai escolher. Assim, depois que retirá-lo, ainda poderá comprar um refrigerante e terá um lucro.

Cuide de suas finanças pessoais

Manter suas finanças pessoais organizadas e controladas evita dor de cabeça, dívidas e despesas surpresas. Então, reserve um tempo e aplique os passos apresentados. Assim, você terá mais tranquilidade com seu dinheiro e poderá tomar decisões assertivas com ele.

Quer baixar uma planilha de controle financeiro?

Veja como a planilha de gestão financeira pessoal funciona neste link:

Para baixá-la, use o formulário abaixo:

Foto: Business photo created by freepik

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 57

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo