NFTs são ativos negociáveis que rastreiam quem possui um determinado item digital, que pode ser uma obra de arte no blockchain, saiba mais

O que são NFTs e por que eles estão movimentando tanto dinheiro?

NFTs são artes digitais criptografadas em uma blockchain, que possuem códigos de identificação únicos e exclusivos. Portanto, ao contrário das criptomoedas, não é possível criar réplicas. Descubra o que são estes tokens que estão movimentando o mundo.

Leia também:

O que são os NFTs?

Esses tokens não-fungíveis são obras que podem ser não apenas uma ilustração, como também trecho de uma música, ou até mesmo parte de um documento protegido pelo blockchain Etherium.

Cada elemento é um item exclusivo, que pode ter apenas um proprietário de cada vez. Afinal ninguém pode modificar o registro de propriedade ou copiar uma arte existente.

O termo econômico não-fungível descreve algo que não se pode trocar por outro item igual, porque possui propriedades únicas. Então, conheça mais algumas características a seguir:

  • Não há nenhuma cópia;
  • Cada obra possui apenas um dono;
  • Meio de artistas venderem suas artes pelo mundo;
  • Podem representar itens do mundo real.

Neste último caso, uma das grandes apostas dos tokens são os valores agregados que o portador recebe ao concluir a aquisição. Como por exemplo, acesso a eventos, experiências únicas e descontos exclusivos para as próximas compras.

Qual é o significado da sigla NFTs?

A sigla vem do inglês Non-Fungible Token, ou seja, significa Token Não-Fungível. Estes ativos, ao contrário das criptomoedas, são únicos. Dessa forma, cada um não pode ser substituído e nem se iguala a outro.

Cada NFTs possui uma identidade única, portanto ao comprar uma arte, o colecionador recebe um certificado de autenticidade, que prova que não existe outra arte como aquela.

Em uma comparação simples, as pessoas podem baixar imagens similares àquela arte da internet. No entanto, apenas uma pessoa é dona daquele ativo. Como por exemplo, o quadro de Leonardo da Vinci da Monalisa.

Qual é o propósito do NFT?

Um dos propósitos é tornar o acesso à arte mais simples e democrática. Afinal desta forma, qualquer pessoa pode criar e vender seus itens por meio da tecnologia do blockchain.

Os objetivos podem variar, ao passo que depende se a pessoa é um criador, ou se apenas é um colecionador que pretende investir neste tipo de arte. Dessa forma, elas podem ser:

  • GIFs;
  • Vídeos;
  • Ilustrações;
  • Avatares virtuais;
  • Música.

Artista

Para artistas tornou mais simples o processo para vender seus produtos. Com isso, ele pode realizar vendas de forma independente.

Além de receber pela venda da arte, os tokens não-fungíveis possibilitam que eles sigam recebendo royalties sobre as vendas secundárias. Ou seja, quando a pessoa decide passar a arte para frente, ele recebe sobre o valor da transação.

Comprador

Eles são um meio não apenas de apoiar artistas, mas também de possuir uma obra de arte única e exclusiva. Além disso, o benefício mais óbvio é a sua eficiência de mercado.

Ao comprar um item, o dono recebe direitos de uso sobre ele. Portanto, isto permite não apenas postar a imagem online, como também usar com objetivos comerciais.

Quais são os NFTS mais valiosos?

Os NFTs existem desde 2014, no entanto, nos últimos anos não apenas o interesse aumentou, como também os valores, que não param de bater recordes. Então, confira quais são as cinco artes mais caras.

Human One

O artista Beeple se tornou um dos ícones dentro do universo e já tem algumas artes que valem milhões de dólares. Assim, a obra Human One, no ano de 2021, foi a segunda maior venda do ano. No leilão foi negociada por U$ 29 milhões.

Punk #7523

Os CryptoPunks também possuem não apenas muita relevância, bem como um grande volume de dinheiro em movimento no mercado.

Este alien que fez parte da coleção “Natively Digital” foi vendido por U $11.1 milhões. Além disso, eles também ocupam a quarta posição com o Punk #415. Portanto, custou 2.500 ETH, que equivale a U$ 10.4 milhões.

Right-Click and Save as Guy

Um GIF criado em 2018 pelo artista XCopy se tornou o item mais caro de 2021. Ao passo que, foi negociado por 1.600 ETH no início de dezembro, ou seja por cerca de U$ 7.08 milhões. 

Onde comprar NFTS?

Há alguns marketplaces populares que vendem NFTs. Além desses há outros específicos, de acordo com um determinado nicho. Como, por exemplo, o NBA Top Shot que negocia vídeos de melhores momentos dos jogos de basquete da liga.

Cada cenário possui suas taxas, como a tarifa de “gás”, que é a energia consumida para realizar a transação dentro do blockchain. Conheça as principais plataformas para comprar um token não-fungível.

OpenSea

Considerado o primeiro e maior marketplace para compra e venda. A plataforma suporta pelo menos três tipos de blockchain: Ethereum, Polygon e Klatyn. A compra pode ser feita direto com o vendedor ou por um leilão.

Mintable

Tem um estilo parecido com o Ebay. Construída pelo Ethereum e Zilliqa, o site oferece opções grátis para fazer o “mint” das coleções.

Como comprar NFTs?

Qualquer arte digital pode ser vendida como NFTs. No entanto, a primeira etapa para o negócio é escolher o mercado. Em seguida é preciso definir qual é a carteira digital para armazenar e o tipo de criptomoeda que será usado para realizar a operação.

Na plataforma é possível verificar quais são as carteiras compatíveis e o processo para instalar é bem simples. Basta clicar no link sugerido, então fazer o download e instalar a extensão no navegador.

Após a instalação da carteira, é preciso transferir os valores em número suficiente em cripto para pagar. Além disso, não esquecer da taxa de gás que será cobrada durante a transação. Uma vez que esses passos foram concluídos, é possível realizar a compra.

Quer saber mais sobre outros tipos de investimentos, leia aqui.

Foto de Mo em Unsplash

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 141

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo