Entenda o que é e como investir em CDI

Entenda o que é e como fazer para investir em CDI

Investir em CDI é uma boa opção para quem prefere opções conservadoras de Renda Fixa. Antes de tudo, a sigla significa Certificado de Depósito Interbancário e regula empréstimos de curto prazo para os bancos.

Confira a seguir tudo sobre esse tipo de investimento, bem como seu rendimento e como começar no mundo dos investimentos.

O que é Renda Fixa?

Renda fixa é um investimento em que as regras de rendimento são previamente definidas. Ou seja, na hora de aplicar já se sabe a taxa e o prazo. Bem como, o índice que será usado na valorização do seu dinheiro. 

Tipos de Renda Fixa

Veja a seguir os principais tipos de investimentos nesta categoria. São eles:

Há também os fundos renda fixa que, por sua vez, aplicam somente em títulos do governo ou somente em títulos privados, conhecidos como renda fixa crédito livre. Nesse sentido, o investidor faz o papel de banco em todos, ou seja, empresta dinheiro para outra entidade.

Os juros dessa transação são o rendimento de retorno dessas aplicações. Então, você pode emprestar dinheiro para o governo, como nos títulos do Tesouro Direto, por exemplo, ou para empresas privadas como no caso das debêntures. Veja como investir em CDI

O que é e como investir em CDI? 

O CDI é um título emitido por bancos com o objetivo de promover operações de curtíssimo prazo entre eles. Nesse sentido, mantém o equilíbrio diário do caixa e saldo positivo ao final do dia. Além disso, proporciona fluidez no mercado. 

Um banco, por exemplo, que tem um excesso de depósitos um dia emite um CDI para cobrir aquele que teve um excesso de saques e todos saem ganhando. Isso porque, é uma espécie de empréstimo entre bancos. Em seguida você verá como investir em CDI

Taxa de juros do mercado financeiro para investir em CDI  

Como todo empréstimo, o CDI tem juros e a base desse investimento é a taxa CDI. Que nada mais é que a taxa que mostra quanto os bancos estão ganhando em juros ao emprestar dinheiro. Portanto, se classifica como uma taxa no mercado financeiro.

Em resumo, o CDI é uma taxa diária, fornecida pela B3, com base nas operações daquele dia. É com base nessas taxas que são calculadas as médias mensal e anual que são usadas para investir em CDI

Como investir em CDI?

Não é possível investir diretamente em CDI, logo, as aplicações são feitas em títulos que tenham essa taxa como base. Confira a seguir os principais tipos disponíveis no mercado. São eles:

CDB – Certificado de Depósito Bancário

São emitidos por bancos ou financeiras para a realização de empréstimos entre eles com a captação de recursos de pessoas físicas. Ou seja, você empresta dinheiro ao banco através de um CDB.

LC – Letra de Câmbio

Diferente do CDB que é emitido por um banco, o LC é emitido por financeiras, conhecidas como instituições não-bancárias para investir em CDI.

LCI – Letra de Crédito Imobiliário

Os bancos emitem esse título para arrecadar verba e financiar o setor imobiliário. Por isso, garantem alienação fiduciária e hipotecas que são geradas no financiamento de um imóvel. 

LCA – Letra de Crédito do Agronegócio

Tem o mesmo princípio básico do LCI porém voltado para o setor agrícola.

Cada um tem a sua particularidade, mas a taxa é o que há de comum entre eles. Ainda nesse contexto, são dois os grupos de investimentos:

  • Pré-fixado – aquele que você já sabe o rendimento no ato da compra;
  • Pós-fixado – tem o rendimento com base no índice válido no vencimento.

No momento de investir em CDI, leve em consideração o prazo de aplicação, o valor mínimo do investimento, bem como, o período de resgate, principalmente se você optar por um deles na montagem da sua reserva de emergência, por exemplo.

Quanto rende investir em CDI? 

Em Agosto de 2021 a taxa está em 5,15% e geralmente é muito próxima da taxa Selic que é a taxa de juros base da economia. Em outras palavras, a supor que esse índice fosse o anual, um investimento que rendesse 100% do CDI renderia 5,15% no mesmo período.

Considere sempre que investir em CDI, aplicar em títulos com pelo menos 100% do CDI ou mais, taxas inferiores não são boas opções como as oferecidas nos grandes bancos.

Vantagens e desvantagens de investir em CDI 

As aplicações com base no CDI trazem certa segurança ao investidor, diferente da bolsa de valores que não usa esse índice. Em outras palavras, se você quer reduzir os riscos e potencializar seus ganhos, essas são as opções disponíveis.

Por outro lado, tem um retorno menor quando comparado a outros investimentos. Ou seja, como o risco é menor a taxa de rentabilidade, em consequência, é menor. Então, o objetivo desse investimento não é o retorno, e sim, a segurança em investir em CDI

Investir em CDI vale a pena

Em 2020 a taxa do CDI foi de 2,75% em um ano. Isso significa que, se você investiu R$ 1000 por 12 meses, ao final, recebeu R$ 28 de rendimento. Não é muito em comparação à Renda Variável, mas é seguro para quem não gosta de arriscar.

Essa informação serve de exemplo para nortear os seus objetivos com os investimentos. Leve em consideração seu perfil pessoal, bem como, vai precisar desse dinheiro ao longo do tempo da aplicação, por exemplo, e trace a sua melhor opção.

Photo by Joshua Mayo on Unsplash

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 102

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo