quanto rende R$ 1 milhão na poupança e qual a relação entre o cálculo de rendimento e a taxa Selic

Investimento: quanto rende R$ 1 milhão na poupança?

Veja quanto você vai lucrar ao investir R$ 1 milhão na poupança com o rendimento da mesma atualmente, já que aplicar dinheiro é a melhor forma de investimento. Além disso, saiba como calcular os juros desta e qual o impacto da taxa Selic sobre ela. Mas lembre-se que poupança não é investimento e é uma das rentabilidades mais baixas do mercado.

Quanto rende R$ 1 milhão na poupança?

A poupança é a principal forma de investimento usada pelos brasileiros. Isso se dá pela maneira simples com que acontece a aplicação, já que é só aplicar o dinheiro em uma conta poupança e deixá-lo lá por um tempo, com o intuito de que ele renda.

Caso você aplique R$ 1 milhão na poupança hoje, daqui a 12 meses seu dinheiro renderá R$ 36.700 reais. Portanto, o rendimento da aplicação atualmente é de 3,67%, e assim, ao final de um ano seu milhão renderá exatamente essa porcentagem.

Quando se soma o rendimento com o valor investido, tem-se o montante de R$ 1.036.700 em um ano de aplicação, levando em conta o valor da taxa de rendimento do momento.

O que influencia no rendimento de R$ 1 milhão na poupança

Ao aplicar R$ 1 milhão na poupança, por exemplo, este dinheiro vai render graças a uma taxa anual de rendimento. Contudo, a mesma não é fixa e varia de acordo com um fator específico, conhecido como taxa Selic.

Taxa Selic e a poupança

A Selic é a taxa básica de juros da economia do país e serve de parâmetro para todas as outras do mercado. Dessa forma, uma mudança nela afeta os juros cobrados em empréstimos, financiamentos e investimentos.

É importante mencionar que quem decide o valor da Selic é o Copom – Comitê de Política Monetária do Banco Central. Ele se reúne a cada 45 dias para definir se a Taxa Selic aumenta, diminui ou se mantém estável. Então, no momento a Taxa Selic está em 5,25%.

Como funciona o rendimento da poupança hoje

Desde 2012, o rendimento da poupança segue a seguinte regra:

  • Com a Selic acima de 8,5% ao ano, o rendimento será 0,5% ao mês + Taxa Referencial (TR);
  • Com a Selic até 8,5% ao ano, o rendimento será de 70% da Selic + TR.

A última vez que a Taxa Referencial ficou acima de 0% e a Selic ficou acima de 8,5% foi em setembro de 2017. Portanto, de lá para cá, o rendimento da poupança é exatamente 70% da taxa Selic.

Como é o rendimento de R$ 1 milhão na poupança

O cálculo do rendimento é muito simples de ser feito. Para começar, é preciso saber qual a taxa de juros da poupança, lembrando que a taxa referencial está zerada em 2021. Logo, calcula-se da seguinte forma:

  • 5,25% (Selic) x 0,7 + 0 (TR) = 3,67%.

Então, observa-se o valor de rendimento de 3,67% ao ano. Dessa forma, em decorrência disso, a poupança rende, no momento, cerca de 0,30% ao mês.

Agora que já se sabe qual a porcentagem do rendimento do dinheiro aplicado, é fácil calcular quanto R$ 1 milhão na poupança vai render em um ano. Para isso, basta preencher as informações com os seus respectivos valores. Confira:

  • Valor Inicial: quantia que se vai investir (R$ 1 milhão);
  • Aporte mensal: caso deseje aplicar mais dinheiro durante os meses;
  • Taxa de juros: 3,67%;
  • Prazo total: número de meses do investimento (12).

Cálculo do rendimento de R$ 1 milhão na poupança

Depois de ter todos os valores em mãos, você precisa colocá-los na fórmula a seguir e realizar este simples cálculo:

  • Valor inicial + (valor mensal x prazo total) x taxa de rendimento.

Para saber o rendimento de R$ 1 milhão na poupança, faz-se, dessa forma:

  • R$ 1.000.000 x 3,67% (ou 0,0367) = R$ 36.700

Existe banco onde o dinheiro rende mais que em outro?

A taxa de rendimento da poupança é padronizada entre todas as instituições. Ou seja, em todos os bancos do país ela será a mesma, e portanto, caso você aplique R$ 1 milhão, ele renderá igualmente em qualquer um.

O que é o aniversário de poupança

Conhecer o conceito de aniversário de poupança  também é necessário para entender como funciona o rendimento da mesma. Trata-se portanto, do dia em que seu dinheiro irá gerar a rentabilidade, ou seja, os juros da poupança que remuneram o valor investido.

Ao investir R$ 1 milhão na poupança no dia 10 de agosto, por exemplo, somente no dia 10 setembro que será acrescido o rendimento ao valor investido inicialmente.

Essa regra vai valer para cada novo depósito, ou seja, se no dia 20 ainda de setembro você decidir aplicar mais 100 reais, então, em outubro sua poupança terá duas datas de aniversário, uma no dia 10 e outra no dia 20.

Analise se vale a pena investir R$ 1 milhão na poupança 

Os investimentos da poupança não são aplicações com rendimento prefixado, ou seja, podem mudar ao longo do período tanto para mais, quanto para menos. Isso porque, suas variáveis (taxa Selic e TR) podem alterá-las. Dessa forma, fica claro que aplicar R$ 1 milhão na poupança exige muita análise quanto aos seus objetivos e ao tempo que deseja investir. Então, observe muito bem sua situação e os prós e contras que envolvem tal situação estude sobre outras formas de renda fixa que possam gerar maior rentabilidade com risco igual ou melhor.

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 102

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo