Conhecer os investimentos mais rentáveis no último ano é importante para quem quer que seu dinheiro renda mais

Conheça os investimentos mais rentáveis de 2021 e os que deram mais prejuízos

Conhecer os investimentos mais rentáveis no último ano é importante para quem quer que seu dinheiro renda mais. Isso porque, esses dados mostram como o mercado se comporta e quais são as projeções para o futuro.

Os resultados de 2021 na renda fixa

Este foi um ano onde a inflação voltou a subir muito e se tornou um grande problema para a economia do Brasil. Dessa forma, nenhum ativo conseguiu crescer mais do que ela, portanto, o patrimônio perdeu seu valor real.

Melhor aplicação

Um dos principais destaques em 2021 foi a renda fixa, deste modo, o Tesouro Selic 2025 se tornou a melhor opção. Assim, rendeu cerca de 4,49%, um desempenho que está ligado à variação da taxa que começou o ano em 2% e terminou em 9,25%.   

Hoje este título não está mais disponível para compra de investidores. Mas, quem deseja investir no segmento, pode adquirir o 2024 e o 2027 que são variações interessantes que ainda estão no mercado.

Pior aplicação

O pior investimento do ano foi o Tesouro IPCA + 2045, que caiu 25,47% no período. Isso ocorreu por causa da marcação ao mercado, que é a atualização do preço que considera as condições do mercado atual.

Como não houve estabilidade financeira ao longo do ano, se criou um cenário fiscal incerto. Portanto, no segundo semestre, os riscos se tornaram maiores e isso refletiu no preço do ativo.

Quais os investimentos mais rentáveis na renda fixa

Os melhores do ano de 2021 estão listados abaixo. Deste modo, além deles está a taxa de variação obtida para que você consiga fazer uma projeção de quanto lucro rende ao longo desse tempo:

  • Tesouro Selic 2025 – 4,49%;
  • Fundos de renda fixa de duração baixa – 3,64%;
  • Poupança – 2,48%;
  • Fundos de renda fixa de duração alta – 2,83%;
  • Tesouro IPCA + 2024 – 2,13%.

A renda fixa surpreendeu por conseguir um destaque tão bom em vários setores. Mas, isso ocorreu apenas em algumas áreas, porque outras tiveram que lidar com a inflação de uma forma mais agressiva.

Piores investimentos

Houve aplicações que retornaram uma renda negativa para os seus investidores. Isso ocorreu devido a baixa estabilidade econômica do Brasil, o que diminuiu o valor real de bens. Então, as piores baixas apresentadas no ano de 2021 são os seguintes Tesouros:

  • IPCA+ 2045 (-25,47%) e IPCA+ 2035 (-10,63%);
  • Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2045 (-7,88%);
  • IPCA+ com juros semestrais 2050 (-9,87%); 
  • Prefixado 2023 (-5,66%).

Os investimentos mais rentáveis e os maiores prejuízos da renda variável

Entre as carteiras de renda variável, só dois tipos tiveram resultados positivos. Dessa forma, este foi um setor que não agradou muito quem pretendia obter os maiores lucros ao longo do ano.

Os melhores retornos vieram do fundo multimercado de investimento no exterior que rendeu 5,80%. Enquanto o segundo melhor foi o mesmo tipo de carteira, mas considerada livre que rendeu 2,52%.

A pior valorização aconteceu com a categoria de ações de valor/crescimento que caiu cerca de 20,49% em 2021. Além disso, todos os fundos de ações tiveram resultados ruins devido à queda do Índice Bovespa em 11,93%.

Investimentos que a inflação não atrapalhou

Ao longo de 2021, os únicos investimentos que superaram a inflação foram o Bitcoin e o BDRX. Isso porque, o primeiro conseguiu acumular uma alta de 75,83%, enquanto o BDRX subiu 33,65% até o final de dezembro.  

Os dois bateram o Índice Geral de Preços de Mercado (17,78%) e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (10%). Mas, fora esses dois tipos, muitos outros ficaram abaixo e com o aumento da inflação, o Ibovespa atingiu o pior desempenho desde 2015.

Moedas

Entre os investimentos mais rentáveis que não se desvalorizaram no ano, o dólar se destaca. Deste modo, ele cresceu 9,93% a mais do que o real. Então, os ativos do mercado externo cresceram e renderam bons lucros.

O ouro teve uma alta não tão grande como esperada, entretanto, ao menos não caiu. Assim, teve uma alta de 1,25%. Por fim, o Euro subiu 0,73% em 2021 e finalizou o ano em R$ 6,40.  

Como selecionar o investimentos mais rentáveis 

Quem quer selecionar bem as aplicações e ter mais chances de lucro precisa lembrar que a rentabilidade passada não interfere no futuro. Além disso, também é bom considerar as informações de Imposto de Renda e taxas cobradas pelas corretoras. 

Nas aplicações em fundos de ações é cobrado IR de 15%. Já em curto prazo, a cobrança é de 22,50% para resgates em até 180 dias e de 20% para quando a retirada acontecer após esse tempo. Nas categorias de longo prazo, o valor varia entre 15% e 22,5%.

O que estudar antes de investir 

Para definir como serão os seus investimentos, é preciso entender as projeções para o futuro. Então, estude bem a carteira antes de efetuar os seus depósitos para ter certeza de que suas chances de lucro são reais. Por fim, é preciso diversificar ao máximo.É crucial também ter paciência para o retorno, por isso, para ter os investimentos mais rentáveis, é preciso esperar para que eles alcancem esse patamar. Dessa forma, não espere que a renda aplicada hoje seja a melhor opção do mercado amanhã.

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 141

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo