Entenda como se organizar para como começar a investir mesmo com pouco dinheiro e entenda como criar disciplina

Como começar a investir com pouco dinheiro?

Entender como começar a investir mesmo com pouco dinheiro pode parecer um desafio. Mas, na verdade, o processo é mais simples do que parece e depende muito de ordem e disciplina para que os resultados sejam positivos.

Porque começar a investir

Hoje em dia o mundo está em um cenário de crise, por isso é cada vez mais importante saber lidar com a sua renda. Assim, é necessário ter algum nível de educação financeira para poder: 

  • Cumprir seus desejos;
  • Estar pronto para encarar emergências;
  • Planejar o futuro;
  • Ficar tranquilo ao final de cada mês.

Ao contrário do que muitos pensam, não é preciso ter muito dinheiro para iniciar seus investimentos. No entanto, é bom se organizar e ter foco para conseguir poupar um pouco mais com o passar do tempo. 

Quanto antes você começar a se organizar e conseguir guardar um pouco do que tem, melhor será no futuro. Então, descubra a seguir o que deve fazer para iniciar o processo e não desistir dele.

Como começar a investir

A primeira etapa para entender como começar a investir é saber que cada pessoa terá um perfil diferente. Mas, todas precisam traçar um plano para iniciar e continuar com a disciplina ao longo do tempo.

Organize seu orçamento

Antes de guardar é preciso saber qual a sua renda mensal e para isso é preciso entender o quanto recebe e gasta. Afinal, apenas com clareza sobre a sua realidade atual é possível definir como será o seu início.

Para isso é preciso anotar tudo que entra em sua conta e tudo que sai dela. Porque, com esses dados, dá para saber no que tem usado seu dinheiro e onde será possível economizar. 

Ter ordem também ajuda a criar um processo para que se acompanhe os investimentos depois de seu início. Assim, esta é uma etapa que deve te acompanhar ao longo de toda a sua vida.

Como se organizar para começar a investir

Uma das principais formas que existem hoje em dia para entender seus gastos é por meio de uma planilha de gastos. Dessa forma, já existem diversas opções na internet e em aplicativos, onde você precisa apenas preencher os dados.

A ajuda da tabela permite que você identifique com mais rapidez os gastos que podem ser evitados e entenda como se planejar melhor para o futuro.   

Caso a situação atual esteja ruim, ou seja, com dívidas, é crucial se dedicar a organizá-la. Afinal, não dá para criar uma reserva de emergência se há contas com juros em seu nome.

Faça metas de diferentes prazos

Para saber como começar a investir de forma eficaz e não perder o foco no meio do caminho é preciso definir metas que deseja alcançar. Assim, isso te dará um propósito para guardar o dinheiro e cada aplicação terá um motivo futuro.

Os prazos podem ser de curto, médio ou longo prazo, isso depende do objetivo final. Portanto, o ideal é separar bem o que leva menos tempo e o que tem mais urgência como algo a se resolver no menor tempo possível, veja os exemplos a seguir:

  • Prazo curto – quitar dívidas ou fazer um curso importante para a sua carreira;
  • Médio –  Fazer uma viagem, comprar um carro;
  • Longo – Adquirir uma casa, fazer uma previdência para se aposentar.

Com base no que você deseja fazer no futuro, deve se programar para guardar uma quantia todo mês. Com isso, sempre que surgir uma nova meta é preciso reavaliar as antigas e acompanhar o investimento feito para cada uma. 

Qual a importância de ter metas

Ao guardar dinheiro com um motivo específico é mais fácil ter foco para não desviar o seu uso. Dessa forma, se evita de usar a quantia em coisas que não agregarão ao seu futuro.

Como começar a investir com pouco dinheiro

Depois de se organizar e traçar metas, você sabe o quanto recebe e onde quer chegar. Por isso, o próximo passo é a prática final de como começar a investir. Assim, defina a quantia que irá guardar todo o mês e procure a opção mais vantajosa.

Quem inicia sua trajetória no setor costuma preferir as áreas mais seguras para que seu dinheiro renda. No entanto, é bom saber que elas costumam demorar mais e lucrar menos do que as mais arriscadas. 

Para entender qual é a sua melhor chance, o ideal é definir primeiro o seu perfil e depois ver as alternativas que combinam mais com ele. Além disso, é bom verificar se a quantia é a suficiente para fazer os primeiros aportes, já que ativos, por exemplo, variam seu valor.

Crie o hábito de investir

Uma boa dica é que ao começar a poupar o dinheiro, você se organize para fazer isso logo no começo do mês, mesmo antes de pagar as contas. Então, se evita que algum tipo de imprevisto aconteça e que a renda seja gasta de outra forma.

Foto de Joslyn Pickens em Pexels

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 154

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo