Nome sujo descubra como limpar

Nome sujo: descubra como limpá-lo

O nome sujo é um termo antigo que se refere a alguém que acabou adquirindo uma dívida, por ter comprado algo sem pagar. Então, se você faz parte desse grupo junto com outros milhões de brasileiros, confira o conteúdo abaixo e saiba como sair da inadimplência. 

Veja o que quer dizer “nome sujo”

De forma resumida, é uma pessoa que adquiriu um produto, mas não pagou por ele. Dessa forma, a identidade do mesmo foi adicionada às listas de órgãos como SPC Brasil, Serasa ou o Boa Vista. Com isso, o nome do cidadão fica negativado ou apontado nos serviços de proteção ao crédito. 

Para cada um destes, é possível baixar o aplicativo da empresa para validar seu score e se consta alguma inadimplência gratuitamente.

Entenda como limpar o seu nome

Para sair das tais listas, o mais indicado é conversar com a empresa que detém a dívida, a fim de negociá-la. 

Caso a quantia seja muito alta, é possível chegar a um acordo. Assim, neste caso, o indivíduo quita o pagamento em parcelas. 

Já na primeira prestação paga, a instituição deve entrar em contato com o órgão (algum dos já citados acima) e pedir para retirar o nome do cliente da lista. No entanto, caso o mesmo falte com as demais parcelas, a sua identidade volta para a listagem de proteção ao crédito.

Pouco mais de 62 milhões de brasileiros iniciaram o ano anterior com contas em atraso, de acordo com a CNDL e o SPC.

O conteúdo a seguir, é para você que está passando por dificuldades financeiras, mas agora quer dar a volta por cima. Isto é, pagar as dívidas e ter mais tranquilidade na vida. Por isso, veja como limpar o nome em 4 diferentes cenários.

1 – Cheque sem fundo

Quando um cheque volta duas vezes ao banco, a instituição financeira pode solicitar ao Banco Central a adição do cliente no CCF, isto é, no Cadastro de Emitentes de Cheque sem Fundo. 

Para resolver essa situação, a pessoa precisa:

  • Ir atrás de quem recebeu o cheque e pagar o valor pendente;
  • Pedir por um recibo de pagamento com alguns dados como data, valor, assinatura do beneficiário, número do cheque;
  • Levar este último ao banco e o recibo;
  • Quitar as eventuais taxas bancárias;
  • Solicitar à instituição um comprovante.

Feito isso, há um prazo de até 5 dias úteis para que o banco peça a retirada do nome do cliente da lista de proteção ao crédito. 

2 – Carnê de loja em atraso

Neste caso, quem deixou de pagar e teve o nome sujo, deve procurar a loja em questão e renegociar o pagamento. Aliás, é possível dividi-lo em parcelas.  

Feito um novo acordo, o comércio também tem o prazo de até 5 dias úteis para buscar o órgão como o Serasa. Assim, ele pode solicitar a ele que retire o nome do cliente da lista de pessoas negativadas. 

Vale frisar de novo que, se a pessoa vier a faltar com as quitações, a loja tem o direito de retornar com o nome da mesma para a lista. Portanto, o indivíduo volta à inadimplência. 

3 – Cartão de crédito ou empréstimo com o banco

O processo aqui é o mesmo nas duas situações, ou seja, é preciso renegociar os débitos em aberto com a instituição financeira. 

A dívida com o cartão é uma das mais difíceis de se livrar, sem dúvida. Isso porque a chamada taxa de juros rotativos é muito alta, uma armadilha para as finanças de qualquer pessoa. 

O melhor é entrar em negociação o quanto antes com a operadora, a fim de chegar a um acordo.

Algumas instituições fazem isso de modo online, pelo site ou aplicativo. Dessa forma, o cliente nem precisa sair de casa. No entanto, antes de assinar, confira se você consegue arcar com as parcelas mensais. 

No mais, o processo é o mesmo dos anteriores. Existe um prazo para limparem o seu nome negativado. Mas, se a pessoa descumprir com o acordo, o mesmo volta para a lista.

4 – Título protestado

Cheques ou notas promissórias podem ser protestados por empresas ou indivíduos a quem foram nomeados. 

Quando o cartório o recebe, ele manda uma carta para o devedor. Dessa maneira, o mesmo possui o prazo de 48 horas para regularizar a situação. 

Caso contrário, o nome é adicionado à lista de negativados. A fim de reverter esse problema, é necessário:

  • Ir ao cartório ver quem criou o título;
  • Procurar a pessoa ou empresa e buscar negociar o débito em aberto;
  • Solicitar um recibo de pagamento com alguns dados como valor, assinatura, nome, RG e CPF;
  • Voltar ao cartório com o mesmo e pagar uma taxa, a fim de retirar o título.

Descubra se há outro jeito de limpar o nome sujo

Na verdade, existem outras maneiras de fazer isso. Por exemplo, o Serasa dispõe de um recurso online para aqueles que querem pagar as dívidas.

Já o Boa Vista costuma oferecer feirões. De fato, nesses eventos dá para renegociar com condições especiais, aliás. Por isso, fique atento para quando surgir essa oportunidade. 

Saiba como retomar a sua saúde financeira

O primeiro passo é organizar as suas finanças, dar preferência à quitação das dívidas. Depois disso, tenha mais domínio sobre o seu orçamento, a fim de não passar por isso de novo no futuro.

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 96

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo