tranferência de custódia

Fiz a transferência de custódia para a Toro Investimentos: entenda o processo!

Transferência de custódia: afinal o que é isso? Na sua jornada como investidor você obrigatoriamente vai precisar de uma corretora para acessar os produtos do mercado financeiro. No entanto, a corretora é somente um intermediário e, a partir do momento que você tem ativos sob o seu nome, pode transferir a sua guarda para outra instituição.

A transferência de custódia representa exatamente isso: o investidor ter direto à portabilidade dos seus investimentos entre corretoras. Dessa maneira, é importante entender a corretora como um supermercado. Você pode comprar uma lata de Nescau tanto no Extra quanto no Carrefour, com preços bem similares. O mercado é apenas o intermediário entre o consumidor e o produto final.

No mercado de capitais, a ideia é basicamente a mesma. Você pode comprar suas ações, ETFs, fundos, Tesouro Direto, entre outros produtos na corretora de sua preferência. A diferença é que o preço dos é o mesmo em todas.

O que é a custódia?

Inicialmente, vamos ter em mente que, a partir do momento em que adquire um produto no mercado, sobretudo de renda variável, o seu dinheiro estará na B3 e não na corretora. Ou seja, mesmo que a corretora vá à falência, você não perde os seus investimentos.

Custodiar é sinônimo de guardar. Ou seja, quando a corretora faz a custódia significa nada menos que realizar o serviço de guardar, manter, atualizar e exercer seus direitos em títulos e ativos em negociação no mercado. Em outras palavras, a corretora trabalhar para viabilizar as negociações no mercado de forma líquida e segura, além de guardar esses papeis no nome de seus respectivos donos. Quando você recebe os proventos, pela custódia, é possível mandar os recursos direto para a sua conta na corretora.

Quando o investidor compra uma ação, ela fica custodiada na sua conta na corretora, mas o registro da sua propriedade está guardado na Bolsa de Valores, a B3. A corretora vai viabilizar que a entrega do papel do vendedor A chegue ao comprador B e registrará essa operação na B3. Qualquer modificação nos papeis: desdobramentos, pagamentos de proventos, direitos de subscrição, bonificações serão repassadas pela corretora aos respectivos clientes.

Por que resolvi fazer a transferência de custódia?

Escolher uma corretora é algo extremamente pessoal. Não há melhor nem pior corretora no mercado, mas apenas aquelas que atendem aos seus requisitos como cliente. Já mencionei em outro artigo o recente reposicionamento de marca da Clear como uma corretora feita para traders.

As ferramentas e serviços dessa corretora da XP Inc estão, cada vez mais, se voltando para quem realiza operações de trade no mercado: day trade, swing trade, opções, índices, moedas, etc.

Esse, sinceramente, não é o meu perfil. Há algum tempo adotei como metodologia de investimento o Buy & Hold, que foca em bons ativos para o longo prazo e é diametralmente oposto desse posicionamento. A Clear é uma ótima corretora e o seu novo sistema corrigiu com excelência as falhas do home broker antigo.

Além disso, a corretora carece de outros produtos de investimentos, o que a tornam muito limitada à renda variável. A corretagem zero, que também era um diferencial de mercado, já está chegando à outras corretoras, favorecendo o cliente na sua escolha

Por fim, optei por uma corretora mais completa, com um menu de investimentos mais diverso e, sobretudo, que não tenha esse direcionamento tão divergente da minha metodologia de investimento, uma vez que não tenho interesse algum em fazer trades.

O que é a transferência de custódia?

Como dissemos, a transferência de custódia é a operação de transferir seus investimentos de uma corretora para a outra. Essa solicitação não gera custos para o solicitante e deve ser realizada sem impedimentos pela corretora atual. Na sequência, vamos entrar em detalhes de como isso é feito.

Transferência de custódia: saída da corretora Clear

Neste tópico, vamos apresentar como é realizado o processo de transferência de custódia para a saída da corretora Clear para a outra instituição escolhida. Antes disso, é importante ressaltar alguns termos do processo:

  • Cedente: a corretora que o investidor está saindo.
  • Cessionário: a corretora que o investidor está entrando.
  • Agente de custódia: nome da corretora e seu respectivo número.

Ademais, a Clear impõe algumas regras que devem ser seguidas para que a transferência ocorra da melhor forma possível. São elas:

  • os ativos não podem estar como doados ou em garantia;
  • não estar com cadastro pessoal pendente;
  • saldo positivo na conta;
  • não estar operando no período da portabilidade;
  • conta ativa e cadastro correto na instituição de destino.

Como fazer a transferência de custódia?

Para realizar a transferência de custódia de saída da corretora Clear, basta seguir os passos abaixo. É importante destacar que toda a documentação deve ser enviada à corretora que você está saindo. Não é necessário enviar nada à corretora nova, apenas certifique-se que sua conta está aberta, ativa e pronta para uso.

  • Passo 1: acesse o home broker da Clear, clique em Minha conta e, em seguida, Transferência de Custódia.
  • Passo 3: preencha o documento com os seus dados, os dados da corretora de destino e os ativos a serem transferidos. Abaixo, há um modelo de preenchimento para te auxiliar no que é pedido em cada campo.
  • Passo 4: não se esqueça de marcar o campo Mesma titularidade em outra instituição no campo Motivo.
  • Passo 5: imprima o documento e o assine exatamente igual ao documento de identificação válido (RG, CNH, documentos de classe, entre outros). Em tempos de pandemia e isolamento, as corretoras estão dispensando o reconhecimento de firma no documento impresso e assinado.
  • Passo 6: digitalize o documento assinado e os envie para o e-mail [email protected] Neste e-mail, você deve informar no corpo da mensagem a sua conta na Clear e o número do seu CPF. Anexe também o documento de identificação digitalizado que você vai utilizar no processo.
Explicativo de como fazer o preenchimento da Solicitação de Transferência de Custódia de Valores Mobiliários (STVM)

Qual é o prazo da transferência de custódia?

O prazo para que a transferência de custódia seja finalizada é de até dois dias úteis. Ou seja, esse é o tempo que a corretora corretora antiga (cedente) tem para transferir os seus ativos para a nova (cessionária), a partir da confirmação da solicitação. Esse prazo faz parte da Instrução 542 da CVM e deve ser respeitado.

Após receber a sua documentação enviada seguindo os procedimentos acima, é de se esperar a confirmação da Clear de que eles já estão cuidando do processo. Veja abaixo:

Confirmação da solicitação da transferência de custódia

Transferência de custódia: entrada na corretora Toro Investimentos

Após os dois dias úteis de prazo para a transferência de custódia, os ativos já devem aparecer no home broker da nova corretora. No meu caso, a Toro Investimentos. Mais uma vez, a movimentação não gera custos para o solicitante.

Ao final do processo, o investidor recebe, no e-mail a confirmação de que a movimentação foi concluída com sucesso tanto pela corretora antiga, quanto pelo Canal Eletrônico do Investidor (CEI).

Transferência de custódia concluída

A Toro Investimentos

A Toro Investimentos é uma corretora de Belo Horizonte e uma das maiores e mais inovadoras fintechs de investimento do mundo. Além dos produtos de bolsa (ações, ETFs, Fundos Imobiliários), possui várias opções de renda fixa, fundos multimercados, cambiais e fundos de investimentos com cashback.

Apesar de ser nova no mercado, combina bastante inovação e tecnologia com o mercado financeiro. Autorizada pelo Banco Central e pela CVM, tem clientes em todos os estados do Brasil, além de oferecer corretagem zero.

Em 2021, o Santander adquiriu 60% da Toro Investimentos, ampliando as possibilidades de crescimento da corretora, que aposta em baixos custos para seus clientes, uma completa plataforma de cursos e educação financeira,

Página Inicial da Plataforma da Toro Investimentos

Como comprar ações e FIIs na Toro Investimentos?

Por fim, vamos apresentar rapidamente como é a experiência de investir em bolsa na Plataforma da Toro Investimentos. Uma vez com a conta aberta e ativa, basta acessar a área de bolsa do home broker.

Na página inicial, aparecem sugestões da equipe da Toro Investimentos para o mercado: curto prazo, ações baratas, dividendos, FIIs, ETFs, entre outras. Logo ao lado, há o menu Explore o mercado, em que o investidor pode escolher o papel que deseja investir.

Exemplo de busca pelo ativo na Plataforma da Toro Investimentos

Daí, aparecem as opções de comprar e vender. No mercado padrão, a corretora coloca para você sugestões de stop gain e stop loss, caso esteja realizando um trade (swing ou day trade). No mercado fracionário, não há essa opção. Caso queira realizar a compra/venda sem os stops, basta seleciona a opção manual e seguir para a confirmação da ordem.

Exemplo de ordem de compra da Toro Investimentos

Caso opte por fazer a operação com os stops, a corretagem se dará em 10% do lucro obtido na operação. Na configuração manual, a corretagem é zero. Por fim, basta revisar as informações da ordem (quantidade, valor, capital disponível para investir etc) e finalizar a operação. Quando confirmada, os papeis estarão disponíveis no menu Meus Investimentos.

Investidor buy & holder, co-fundador do Diário de Investimentos, jornalista (17.248/MG), fotojornalista, escritor, graduando em ciências econômicas, estrategista de conteúdo na área de Marketing Digital e especialista em gestão estratégica da comunicação e comunicação digital e mídias sociais.
Post criado 47

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo