Descubra tudo sobre a nova moeda Dogecoin

Dogecoin: saiba tudo sobre esse tipo de criptomoeda

A Dogecoin é uma nova modalidade de moeda que vem inovando a forma de movimentar dinheiro entre as pessoas. Aliás, ela trouxe mais facilidade e rapidez nas transações financeiras.

Essa inovação funciona de forma diferente dos outros meios de pagamento, e, assim como outras criptomoedas, possui características próprias que a diferenciam. Neste artigo, saiba quais são.

Entenda o conceito de criptomoedas

As criptomoedas são uma forma de trocar dinheiro por meios eletrônicos e particulares de pessoa para pessoa. Ou seja, sem intermediação de terceiros. Além disso, ela não existe de forma física e pode-se trocar de qualquer lugar do mundo.

Criou-se essa inusitada criptomoeda para circular independente do governo ou bancos, mas entre pessoas. Então, por ser digital, costumam usá-la para pagamentos nesse meio. Por outro lado, também pode incluir lojas físicas, apesar de ser paga online.

Essas moedas digitais usam-se com facilidade e possuem diferentes tipos, por exemplo:

  • Bitcoin;
  • Dogecoin;
  • Peercoin;
  • Primecoin;
  • EOS;
  • Monero;
  • Dash.

O que é Dogecoin

A Dogecoin é um tipo de criptomoeda que foi criada de forma despretensiosa. Assim, ela possui as mesmas características das outras moedas. No entanto, o que a difere delas foi a forma em que surgiu. 

Surgimento da DOGE

O surgimento dessa moeda virtual começou no final de 2013 por meio de um meme. Ou seja, de imagens ou gifs bem humorados compartilhados nas redes sociais. 

Billy Markus e Jackson Palmer, responsáveis por sua criação, são engenheiro de software e gestor de produtos. Então, usaram a imagem de um cachorro, comum em memes nas redes, como inspiração. 

A raça do animal é a Shiba Inu, e sua figura é usada até hoje para representar a Dogecoin. Aliás, em qualquer local em que a figura do animal aparece já se pensa na moeda devido à sua referência.

Popularidade da Dogecoin nas redes

Esse diferente dinheiro eletrônico é bem popular nas redes sociais, principalmente no Reddit, um fórum de debates. No twitter, ela também tornou-se muito divulgada, e até ganhou uma homenagem do bilionário Elon Musk, o que subiu seu valor em algumas horas.

O Dogecoin também coleciona muitos fãs ao redor do mundo. Aliás, até já criou-se uma data comemorativa à moeda, chamada Doge Day.  O evento ocorreu em 23 de Fevereiro de 2021, buscando elevar seu valor para US$1. 

No entanto, a data mudou para 20 de Abril, o qual é considerado atualmente como o dia dessa moeda digital. Além disso, ela possui uma comunidade com mais de 116 mil membros que adquiriram acima de 100 mil dólares em Dogecoin.

Para que serve a Dogecoin?

Ela possui a função de facilitar o uso das criptomoedas e a utilizam em todos os segmentos.  No entanto, tornou-se muito comum como forma de investimento e em corretoras de imóveis.

Muito se discute sobre como investir nessa moeda apresenta vantagens ou riscos. Mas, as pessoas que apostaram nela com $1000 em 2018, possuem hoje um total de $12 milhões. No entanto, muitos ainda evitam usá-la por sua oscilação de valor.

Como funciona a cotação da Dogecoin

A cotação da Dogecoin ocorre por meio de sua popularidade no mercado. Assim, ela depende de meios para ter divulgação e se tornar conhecida, aumentando a busca de outras pessoas. Ou seja, ela funciona de acordo com a lei de oferta e procura.

Seu valor de mercado

O valor da criptomoeda chega a $0,50 centavos o dólar. No entanto, esse número costuma mudar conforme sua popularidade no meio financeiro. Contudo, ele tem subido ultimamente, com um aumento de 13.330% agora em 2021.

Alguns especialistas alertam para manter a cautela com ela devido a sua contínua variação. Por outro lado, a Dogecoin já acumula US$82,15 bilhões de dólares.

Como comprar Dogecoin

Existem algumas maneiras diferentes para comprá-la. São meio seguros e realizados apenas de forma digital, por exemplo:

  • Corretoras;
  • Tokenização;
  • Peer to peer.

Corretoras

Antes de comprá-la você precisa criar ou já ter conta em alguma corretora especializada em criptomoedas. No qual, cada uma terá o layout próprio de seu site ou aplicativo. No entanto, deve fazer uma transferência ou depósito.

Após isso, só necessita fazer a compra da Dogecoin com o valor transferido. Esse processo é algo muito fácil de fazer, em que você será direcionado pela página.

As plataformas costumam ter um limite de compra, então a quantidade vai depender de qual escolher. Isto ocorre devido ao regulamento que cada uma apresenta. No entanto, existem algumas que não há barreira nas compras.

Tokenização na compra da Dogecoin

Token também é considerado uma criptomoeda. No entanto, são ativos digitais que possuem o objetivo de financiamento de projetos. Além disso, as criptomoedas possuem sua própria blockchain, enquanto o token precisa de outras moedas para usá-la.

O blockchain é parecido com um banco de dados. No entanto, por ser descentralizado, ele não é gerenciado por nenhuma empresa. Então, as transações registradas são acompanhadas por qualquer pessoa. Entretanto, possui regras e extrema segurança.

Peer to Peer 

Essa nova modalidade de investimento une empresas à procura de empréstimo com investidores. O que difere essa plataforma de outras é que ela funciona apenas de pessoa a pessoa. Ou seja, sem a interferência de nenhum banco.

As vantagens e desvantagens da criptomoeda

As criptomoedas trouxeram muitos benefícios, mas também possuem suas desvantagens, entre elas, a Dogecoin. No entanto, deve-se pesar as duas situações. Ou seja, indica-se avaliar o quanto elas podem apresentar vantagens ou não.

Os benefícios da Dogecoin

Ela possui muitos benefícios. Entre eles, a capacidade de poder de uso mundialmente e de forma descentralizada. Ou seja, não depender do governo, empresas ou bancos. 

Além disso, sua compra é rápida, comparada às outras criptomoedas. A Dogecoin também tem muito valor, principalmente em redes como o Twitter e o Reddit. 

As plataformas sociais contam com milhares de usuários, sendo a primeira com 500 milhões, e a segunda com  52. 

Outra vantagem é que ela possui investidores que se dedicam à sua divulgação. Alguns agem realizando ações de caridade e outros buscando alguém para anunciar essa criptomoeda.

Desvantagens

Por apresentar pouca liquidez e ter baixa procura, a Dogecoin não é vista como um investimento em potencial.  Além disso,  sua imagem não a favorece muito no mercado.

Outra dificuldade é sua inconstância, podendo oscilar conforme a situação. Então, qualquer declaração favorável ou exposição pode fazer com que ela suba. Enquanto que situações que desfavorecem o nome da moeda, faz com que seu valor diminua.

Quais as diferenças da Dogecoin e outras criptomoedas?

Existem algumas diferenças significativas entre a Dogecoin e as outras criptomoedas, além da forma em que ela surgiu. Então, as principais são:

  • Preço;
  • Quantidade ilimitada;
  • Agilidade de uso.

Preço

Uma grande diferença entre essa criptomoeda e as demais, está no preço. Sendo que a primeira fica abaixo de 1 dólar, enquanto as outras são bem mais caras. No entanto, este valor é variável e tende a subir ou descer conforme o momento.

Dogecoin e sua quantidade ilimitada

Diferente delas, a Dogecoin não possui uma quantidade limitada em relação à sua mineração. E o fato de não ter limite para ser produzida permite um maior número de investimentos por mais tempo.

Por poder ser usada indiscriminadamente ela se torna mundialmente consumida. Além de ser considerada uma das criptomoedas mais usadas por pessoas de qualquer classe social. Enfim, sua fácil acessibilidade a torna popular e útil para muitos.

Agilidade de uso

A Dogecoin é muito eficaz e rápida para fazer pequenos pagamentos, porque seu tempo de confirmação do valor pago é de apenas um minuto. Diferente da Bitcoin que leva cerca de 10 minutos e da Litecoin, de 2,5 minutos. 

Por que Elon Musk escolheu a Dogecoin?

Elon Musk favoreceu muito na divulgação dessa criptomoeda, devido a algumas citações e memes que postou em seu twitter apoiando ela. No mesmo dia, o valor da Dogecoin aumentou cerca de 60% após algumas horas de sua postagem.

O bilionário é seguido por mais de 40 milhões de pessoas nas redes sociais. O que mostra seu grande poder de influência, principalmente sobre as criptomoedas. Estas que ele tem divulgado cada vez mais.

Quem é Elon Musk

Considerado o homem mais rico do mundo, ele nasceu na cidade de Pretória, na África do Sul, em 1971. Filho de Errou Musk e Maye Musk, o bilionário começou a criar protótipos entre os 10 e 12 anos.

Seu primeiro projeto, criado aos 12, se tratava de um código de jogos. O qual, ele vendeu por $500 à revista PC and Office Technology. Após alguns anos criou o Global Link, que mudou de nome para Zip2, a qual foi vendida por 307 milhões a uma empresa.

Depois de um tempo, fundou um banco online conhecido como X.com, que também foi comprado. A empresa interessada foi a Ebay, que pagou cerca de 1,5 bilhões de dólares. Além disso, também originou a Space X e, tempos depois, assumiu a Tesla como CEO.

Atualmente, ele superou o presidente da Amazon, Jeff Bezos, como sendo o homem mais rico do mundo. Portanto, ele possui muita influência na economia e criptomoedas, com seus 52 milhões de seguidores apenas no Twitter.

Foto de Rūdolfs Klintsons no Pexels

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 90

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo