O que é e como analisar o Book de ofertas da B3?

Como ler, entender e analisar o book de ofertas para comprar ações?

Você já se perguntou como preencher uma ordem corretamente para comprar ou vender ações após dar uma olhada book de ofertas? Qual valor colocar na ordem? Vale mais a pena enviar a ordem à mercado ou optar por um valor específico?

No artigo de hoje, vamos explorar o que é o book (livro) de ofertas de ações e como ele pode ser lido e entendido para você comprar as suas ações com mais facilidade.

Inicialmente, vale lembrar que, se você investe para o longo prazo, as cotações atuais pouco importam. No entanto, é importante dar uma conferida no book para sentir como está o ânimo e a volatilidade daquele papel no dia específico. Além disso, você evita dar ordens incompatíveis com o mercado e vê-las demorando a serem executadas ou nem mesmo passar perto disso.

O que é o book de ofertas da B3?

Mas, afinal ,o que é book de ofertas? Também chamado de livro de ofertas, o book é o local onde o investidor consegue visualizar as ordens de compra e venda que estão em negociação no mercado. Ou seja, no book, você consegue observar quem está negociando (código da corretora), a quantidade e a qual preço.

Como ler o book de ofertas?

Para saber como ler o book de ofertas da bolsa de valores, é preciso entender alguns pontos fundamentais sobre o seu funcionamento:

  • as ofertas estão listadas em ordem decrescente no caso de compra;
  • as ofertas estão listadas em ordem crescente no caso de venda;
  • ofertas com valores iguais são hierarquizadas pela mais antiga para a mais nova;
  • todas as ofertas que você vê no book estão abertas, ou seja, uma oferta some quando ela é executada;
  • a quantidade não interfere no posicionamento da ordem no livro de ofertas.

Então, cada papel tem o seu próprio livro de ofertas na bolsa, que fica atualizando o tempo todo, conforme as novas ordens vão chegando.

Como entender o book de ofertas?

Já para saber como entender o book de ofertas, é preciso ter em mente que é como uma negociação de qualquer outro ativo. O comprador avalia a cotação no momento e envia uma ordem no preço que está disposto a pagar pelo papel no momento. O vendedor, por sua vez, faz o mesmo. Ou seja, lê a cotação e traça uma linha pela qual aceita vender seus ativos.

Por exemplo, digamos que a cotação de uma ação está a R$ 10. O comprador pode tentar comprá-la mais barato, digamos por R$ 9,95. O vendedor pode tentar puxar o preço para cima e enviar uma ordem de venda a R$ 10,05.

Mas é claro que não há apenas essas duas ofertas. Muitas e muitas outras chegam à bolsa simultaneamente. Então, a cotação vai dançar para um lado ou para o outro até que haja um negócio. Em outros termos, é isso que faz a cotação mudar o tempo todo, são os vendedores e compradores fazendo força para levar o preço ativo em uma determinada direção.

Nos primórdios, os compradores e vendedores se encontravam pessoalmente para realizar essas negociações. Hoje, o investidor conduz tudo na tela do seu home broker.

Por fim, enviar uma ordem a mercado, significa propor a compra ou venda do ativo pela cotação atual. Quando a sua ordem encontrar uma oferta de igual ou melhor do outro lado, ela será executada.

Como analisar o book de ofertas?

Ao analisar o book de ofertas, você pode criar algumas estratégias para executar a sua ordem mais rapidamente ou esperar o mercado chegar em determinado ponto.

No nosso exemplo, digamos que você deseja comprar uma ação e a cotação do papel está em R$ 10. Ao ler o livro de ofertas, você percebe ordens de venda entre R$ 10,01 e R$ 10,05 e envia uma ordem a R$ 10,10, por exemplo. Isto é, acima da cotação e das ofertas do book.

Na prática, você está dizendo ao mercado que concorda com os preços abaixo e quer o menor possível. No entanto, a bolsa vai fazer você comprar a mais barata, pois não faz sentido na lei da oferta e da demanda te prejudicar nesse momento.

Em outras palavras, se você envia uma ordem de compra R$ 10,10 e a oferta de venda mais baixa é R$ 10,01, a bolsa executa a ordem a R$ 10,01, o melhor encontro entre oferta x demanda. Em caso de venda, basta inverter o raciocínio, logo, você vai vender pela melhor oferta de venda.

Para o investidor, ao estudar o book de ofertas, é possível entender o humor do mercado, em que faixas os preços se concentram e as distâncias dos valores atuais em relação aos preços de abertura do dia e fechamento do dia anterior.

Ou seja, na análise do livro de ofertas é possível entender também se o mercado está muito volátil em relação à cotação e ao preço de abertura. Em outras palavras, se a euforia e o pânico estão fazendo os preços descolarem muito da realidade.

Há estratégias de trade chamadas tape reading que focam em analisar e desenvolver táticas apenas estudando as intenções de compra no book, o histórico de negócios e as regiões de concentração de preços.

Exemplos de livros de ofertas no mercado padrão e fracionário

O livro de ofertas de ações faz parte da cultura do mercado será algo cada vez mais presente e comum na sua vida como investidor. Abaixo, vamos estudar alguns exemplos de books de ofertas extraídos do novo pit da corretora Clear:

Book de ofertas da corretora Clear para a ações do Itaú (ITUB4)
Book de ofertas da corretora Clear para ações do Itaú (ITUB4)

Perceba que, no book de ofertas extraído das ações do Itaú (ITUB4) logo no momento de abertura do mercado (às 10 da manhã). As ofertas estavam acabando de sair do leilão de abertura – período em que a bolsa apenas registra as ofertas, mas não as executa. É preciso que o mercado abra e as ofertas se casem para a bolsa fechar os negócios.

Ou seja, alguém querer comprar pelo preço que alguém quer vender e vice-versa. Essa movimentação vai determinar a cotação que o mercado vai abrir de fato. Por isso, uma ação pode começar o dia de negociação acima ou abaixo do fechamento anterior, uma vez que o seu preço de equilíbrio foi influenciado pelo leilão nos 15 minutos pré-abertura.

De toda forma, esse é um bom exemplo para vermos como a discrepância de valores pode ocorrer no book, sobretudo nas fases de leilão. A maior oferta de compra está a R$ 33,47. Por outro lado, a menor oferta de venda está em R$ 17,24. A cotação do papel está em R$ 29,02 (fechamento do dia anterior). Vamos a mais um exemplo:

Book de ofertas da corretora Clear para a ações da Telefônica (VIVT3)
Book de ofertas da corretora Clear para ações da Telefônica (VIVT3)

Nesse novo exemplo, perceba que a volatilidade é menor nos preços e as ofertas de compra e venda se concentram ao redor da cotação atual R$ 44,19. Além disso, ao analisar esse book de ofertas também compreendemos como os compradores estão fazendo força para o preço vir para baixo e os vendedores indo na direção oposta.

No exemplo acima, perceba que a bolsa não vai executar a última oferta de venda (R$ 44,43) e este vendedor precisa esperar aparecer um comprador disposto a pagar esse valor, visto que está acima da melhor oferta de compra.

E no mercado fracionário, há alguma diferença?

Book de ofertas da corretora Clear para ações da MDias Branco (MDIA3F) no mercado fracionário
Book de ofertas da corretora Clear para ações da MDias Branco (MDIA3F) no mercado fracionário

Por conseguinte, como podemos ver no exemplo acima, a lógica de funcionamento do livro de ofertas no mercado fracionário é a mesma. O que vai mudar é que você verá quantidades diferentes de 100 (lote padrão) em negociação. Neste exemplo, perceba que o comprador a R$ 33,13 precisa esperar que apareça um vendedor, uma vez que não há ninguém disposto a fechar negócio nesse preço.

A única diferença que o investidor deve estar atento e à variação da cotação entre o lote padrão e mercado fracionário. Embora sejam muito próximas, não são exatamente iguais. Veja um exemplo:

Mercado fracionário x lote padrão para ações da Weg (WEGE3) – Fonte: Clear Corretora

Portanto, não tenha receios em analisar o book antes de uma compra ou venda. Ele poderá fornecer bons insights sobre como você pode entrar no mercado e enviar ordens mais assertivas. Caso sinta alguma insegurança, você pode enviar as ordens a mercado, que elas serão executadas no melhor preço seguindo a cotação.

Por hoje, é isso! Espero que esse conhecimento seja útil na sua jornada como investidor de renda variável. Por fim, aproveite para ler o próximo artigo e descubra como fazer a sua carteira de ações ser realmente vencedora no longo prazo!

Investidor buy & holder, co-fundador do Diário de Investimentos, jornalista (17.248/MG), fotojornalista, escritor, graduando em ciências econômicas, estrategista de conteúdo na área de Marketing Digital e especialista em gestão estratégica da comunicação e comunicação digital e mídias sociais.
Post criado 46

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo