Glossário e siglas que todo investidor precisa conhecer!

Algumas siglas vistas no dia a dia de quem investe ativos na bolsa de valores imobiliário. Se você tem dificuldade em guardar as siglas dos fundos de investimentos, veja este guia. Neste conteúdo veremos alguma siglas essenciais na avaliação de um ativo na sua carteira.

Se sentir falta de alguma? Comenta ai! Vamos enriquecer juntos!

  1. ABL: Área Bruta Locável ;
  2. Ativo da empresa: Todos os bens, direitos e valores a receber de uma entidade;
  3. Ativo circulante: Bens ou direitos que podem ser convertido em dinheiro em curto prazo;
  4. Cap Rate: Lucro operacional em termos anuais / valor de mercado
  5. Cota: Valor da cota negociado em bolsa ajustado por proventos
  6. CVM 400: Oferta de valores imobiliários, com prospecto e registro obrigatório na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Não há restrição quanto ao número de clientes que podem subscrever. O investidor não precisa necessariamente ser qualificado para investir no ativo, a não ser que haja uma exigência da emissão.
  7. CVM 476: Oferta pública, mas com esforços restritos, destinada a investidores profissionais. Será permitida a procura de, no máximo, 75 investidores profissionais e os valores mobiliários ofertados deverão ser subscritos ou adquiridos por, no máximo, 50 investidores profissionais.
  8. Dividend Yield (DY): média dos proventos distribuídos no período multiplicado por 12 períodos e dividido pelo valor de mercado. O DY mostra a relação entre os dividendos pagos por uma empresa em um determinado período e o preço da ação. Portanto, quanto maior o DY, maior é o retorno que a empresa entrega em dividendos para o acionista.
  9. Dividend Yield Projetado: Estimativa realizada com base nas receitas recorrentes e premissas definidas pela avaliadora;
  10. Dívida Bruta Total: (Dívida + Debêntures) dividido pelo patrimônio líquido;
  11. EV: Enterprise Value. Ou seja: o valor da empresa, calculado somando o valor de mercado às dívidas, e subtraindo o caixa.
  12. EBIT: Earning Before Interest and TAxes – Lucrso antes dos impostos e juros: Uma aproximação do lucro operacional da empresa. Fórmula utilizada: Lucro bruto – desp de vendas – desp. adminsitrativas
  13. EBITDA: é o Earnings Before Interest,Taxes, Depreciation and Amortization. Em português, o nome é Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (LAJIDA).
  14. EV Ebitda: Um vantagem é o fato de que esse analisador observa apenas aquilo que a empresa gera de valor a partir da própria capacidade, sem contaminar a análise com fatores externos. Dessa maneira, o EV Ebitda pode ser usado para comparar empresas de diferentes países e setores, o que não é possível com outros indicadores. Finalmente, o EV Ebitda também é muito útil para analisar fusões e aquisições, já que empresas de ramos diferentes podem ser analisadas em conjunto;
  15. Giro Ativos: Receita líquida dividio por ativos totais. Indica a eficiência com a qual a empresa usa seus ativos para gerar vendas;
  16. Liquidez Corr: Ativo Circulante dividido pelo Passivo Circulante: reflete a capacidade de pagamento da empresa no curto prazo;
  17. LPA: Lucro por ação;
  18. Lucro líquido: O que sobra das vendas após todas as despesas;
  19. Lucro Operacional: Receita total obtida com a propriedade menos despesas operacionais
  20. Margem Líquida: Lucro líquido dividido pela receita Líquida;
  21. Margem Bruta: Lucro bruto dividido pela receita líquida: Inidica a porcentagem de cada R$ 1 de venda que sobrou após o custo dos produtos/serviços vendidos;
  22. Margem EBIT: EBIT Dividido pela receita líquida: Indica a porcentagem de cada R$ 1 de venda que sobrou após o pagamento dos custos dos produtos/serviços vendidos, das despesas com vendas, gerais e administrativas;
  23. P/ Ativos: Preço da ação dividido pelos Ativos totais por ação.
  24. P/Ativ Circ Liq: Preço da ação dividido pelos ativos circulantes líquidos por ação. Ativo Circulante líquido é obtido subtraindo os ativos circulantes pelas dívidas de curto e longo prazo, ou seja, após o pagamento de todas as dívidas quanto sobraria dos ativos mais líquidos da empresa(caixa, estoque, etc);
  25. P/Capital Giro: Preço da ação dividido pelo capital de giro por ação. Capital de giro é o Ativo Circulante menos Passivo Circulante;
  26. P/EBIT: Preço da ação dividio pelo EBIT por ação. EBIT é o lucro antes dos impostos e despesas financeiras. É uma boa aproximação do lucro operacional da empresa;
  27. PL: Preço da ação dividido pelo lucro por ação. o PL é o número de anos que se levaria para reaver o capital aplicado na compra de uma ação, através do recebimento do lucro gerado pela empresa, considerando que esses lucros permaneçam constantes;
  28. P/L ou Patrimônio Líquido (PL): Ativos Totais menos Passivos Totais – O indicador Preço/Lucro (P/L) é um dos indicadores preferidos dos analistas, porque permite encontrar ações relativamente baratas na bolsa de valores. Ao dividir o preço de uma ação pelo lucro por ação, o P/L mostra, na prática, quanto os investidores estão dispostos a pagar pelos lucros da empresa;
  29. PSR: Price Sales Ratio: Preço da ação dividido pela receita líquida por ação;
  30. P/VP: Preço da ação dividido pelo valor patrimonial por ação. Informa quanto o mercado está disposto a pagar sobre o Patrimônio Líquido da empresa;
  31. P/VPA: O indicador P/VPA mostra a relação entre Preço por ação e o Valor patrimonial por ação. Esse indicador é utilizado pelos investidores para descobrir quanto o mercado aceita pagar, pelo Patrimônio Líquido da empresa.
  32. Patrimônio Líquido (PL)/Cota: Patrimônio Líquido dividido pelo total de cotas emitidas
  33. Performance: Variação da cota acrescida dos proventos obtidos no período dividido pelo valor da cota Peso no IFIX: Participação do fundo no IFIX (índice de fundos imobiliários)
  34. Rendimentos: Proventos distribuídos por cota em R$;
  35. Receita Líquida: É a soma de todas as vendas da empresa em determinado período deduzido de devoluções, descontos e alguns impostos;
  36. ROE: O ROE (Return on Equity) mostra a relação entre o Lucro Líquido de uma empresa e seu Patrimônio Líquido. Por isso, ele é um ótimo indicador para medir grau de eficiência da empresa. Basta dividir o Lucro Líquido pelo Patrimônio Líquido, que você terá um número percentual, que indica a capacidade de uma empresa gerar valor com os próprios dinheiro;
  37. ROIC: Retorno sobre o capital investido: Calculado dividindo-se o EBIT por (Ativos – Fornecedores – Caixa). Informa o retorno que a empresa consegue sobre o capital aplicado.
  38. TIR: Taxa interna de retorno Vacância Anunciada: Taxa de vacância informada pelo administrador (física ou financeira), considerando saídas ou locações anunciadas por fatos relevantes;
  39. VPA: Valor patrimonial por ação
  40. Vacância Financeira: Proporção da receita potencial que a área vaga teria na receita do fundo considerando o último aluguel pago
  41. Vacância Física: Proporção que a área vaga representa em relação ao ABL total do empreendimento
  42. Valor de Mercado (VM): Número total de cotas x valor da cota negociado em bolsa
  43. VM/PL: Valor de mercado/Patrimônio Liquido
  44. Volume Diário: Média diária do volume em R$

Caso queira conhecer o Glossário de fundos de investimentos, temos este material também. Se faltou alguma ou tem mais alguma dúvida, comente abaixo!

Brasileiro, investidor curioso de renda variável, professor de pós-graduação na PUC Minas na área de Marketing Digital, atua como Consultor de Marketing Digital e Gestão de CRM atendendo empresas de diversos portes. Tem formação em Business Marketing pela Ohio University, Gestão de Pessoas e Especialista em Desenvolvimento Web pela PUC Minas e Produtor Multimídia pela UniBH. Também é fundador do Diário de Investimentos, Aplicativo Tricks (Guia Radical), Teste de Digitação Online e da Digitow - Plataforma de Digitação. No tempo livre é fotógrafo, viajante no mundo e praticante de esportes radicais. blogueiro no portal de experiências CV do Fábio.
Post criado 96

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo